Arteterapia

A Arteterapia é o uso da arte como terapia

A Arteterapia é o uso da arte como terapia. Dentro deste território desconhece-se a preocupação estética, mas valoriza-se a expressão de sentimentos. Neste sentido, o que menos importa é a capacidade que o indivíduo tem de fazer arte com conhecimento técnico, mas sim o ato do fazer artístico em si, contribuindo assim para o processo de individuação e regeneração da alma.

A expressão artística é uma das ferramentas mais preciosas presente no âmbito da comunicação, pois através dela pode-se travar uma linguagem não verbal, onde não existe vigília nem censura, já que ela denuncia segredos que a própria pessoa que a realiza desconhece.

Esta é uma chave preciosa que possibilita a abertura de novas portas, por aonde insights profundos vão se revelando para que eles possam ser trabalhados e acolhidos em terapia. Desta forma pode-se dizer que a arte terapia possui além de tudo, um caráter profilático, pois através do ato da criação e da expressão ela contribui para a liberação de conflitos internos, medos e fantasmas. Se esses conteúdos permanecerem reprimidos dentro do ser, poderão se transformar em toxinas, envenenando nosso corpo e nossa alma, atraindo consequentemente todo tipo de doenças.

A arte é uma expressão por excelência da alma. Ela pode desempenhar um papel especial na Terapia Floral. Tanto como um meio de auto descoberta como uma ferramenta transformacional agindo em sinergia com as essências florais. Uma pintura pode valer mais do que mil palavras sobre a alma, pois a linguagem sutil da alma costuma se expressar com mais clareza através da forma e da cor do que através das palavras. Muitos terapeutas bem sucedidos usam alguma forma de arte com seus clientes, para ajudá-los a acessar suas questões subjacentes. Isso e importante quanto às crianças que não possuem as capacidades verbais do adulto. Além do mais, a arte pode ser um meio verdadeiramente satisfatório para a alma expressar o crescimento experimentado através da terapia floral. É possível que a vida dos sentimentos recém desperta seja mais capaz de revelar-se através de uma pintura, uma canção um poema, da dança ou movimento, do que através das prosaicas palavras. A meta não é necessariamente produzir arte profissional, mas sim encorajar a expressão da riqueza e diversidade da vida anímica evocada pelas essências florais (Kaminski & Katz, 1998).

Contamos ainda com os recursos das propriedades das pedras e da Aromaterapia além das diversas técnicas corporais e de relaxamento através do uso e da imposição das mãos.

Estes são apenas uma mostra das diversas possibilidades que este trabalho oferece na busca do equilíbrio dos campos de energia humana e de sua integração com a totalidade.